trending Market Intelligence /marketintelligence/en/news-insights/trending/t1LXZvaGrFayvtf3H41Odg2 content esgSubNav
Log in to other products

Login to Market Intelligence Platform

 /


Looking for more?

Contact Us
In This List

Banco central do Brasil define requisitos para o Bradesco após compra do HSBC

Banking Essentials Newsletter December Edition Part 2

Banking Essentials Newsletter - November Edition

Online Brokerage Space Should Remain Rich Source Of M&A

University Essentials | COVID-19 Economic Outlook in Banking: Rates and Long-Term Expectations: Q&A with the Experts


Banco central do Brasil define requisitos para o Bradesco após compra do HSBC

* O Banco Central do Brasil divulgou um acordo definindo os requisitos para o Banco Bradesco SA com relação à sua recente aquisição do HSBC Bank Brasil SA - Banco Múltiplo, informou o Valor Econômico. O Bradesco terá que manter todas as agências do HSBC em municípios onde não há a presença de outros bancos, além de manter as taxas de serviço inalteradas por cinco anos, entre outros requisitos. O descumprimento poderá acarretar multas de até 176 milhões de reais.

MÉXICO E AMÉRICA CENTRAL

* Após registrar quedas por três meses consecutivos, a produção industrial no México ajustada sazonalmente cresceu 0,3% de abril para maio, informou o The Wall Street Journal, citando o instituto nacional de estatística do país. 

* A reestruturação do conglomerado mexicano Alta Grupo continuará conforme o planejado, apesar da prisão de um dos diretores da empresa, Luis López Panadero, informou El Economista.

* A Unidade de Análise Financeira do Panamá e a agência reguladora do setor de seguros e resseguros do país, SSRP, ofereceram treinamento a 150 corretores para prevenção contra lavagem de dinheiro, financiamento de terrorismo e outros crimes, informou o Capital Financiero.

CARIBE

* O governador de Porto Rico, Alejandro Garcia Padilla, disse que o território norte-americano pode ser excluído dos mercados de títulos de dívida por mais dois anos após o calote de 779 milhões de dólares de sua dívida em 1º de julho, informou a Reuters. "Nossos desafios ainda não foram superados e a prosperidade não voltará da noite para o dia", disse ele, acrescentando que "Porto Rico não conseguirá enfrentar ainda mais austeridade".

BRASIL

* As vendas no varejo no Brasil caíram 9% em maio no comparativo anual e 1% em relação ao mês anterior, informou a Bloomberg News, citando a agência nacional de estatística, IBGE. As vendas não devem se recuperar no terceiro trimestre, já que o país ainda atravessa uma forte recessão.

* O Banco Pottencial SA está firmando uma joint-venutre com a startup de tecnologia financeira Contro.ly que levará o nome Banco Neon, informou o Valor Econômico. A parceria representa uma oportunidade de sobrevivência para o Banco Pottencial, uma instituição de pequeno porte com um volume total de ativos de 170 milhões de reais e que corria o risco de fechar as portas. O Banco Neon terá como foco serviços bancários digitais voltados para uma clientela jovem.

REGIÃO ANDINA

* Um tribunal peruano condenou os fundadores da Inter Trade Corporation SA por crime de fraude contra a população, informou o El Comercio. A empresa de investimento estava operando no Peru sem autorização regulatória.

* Renzo Ricci, gerente geral do fundo de pensão peruano AFP Prima, disse que uma lei recente que permite que pensionistas saquem parte de sua poupança para comprar casas reduzirá o retorno esperado para os fundos em longo prazo, informou a Reuters.

CONE SUL

* O Ministro da Fazenda da Argentina Alfonso Prat-Gay anunciou que o World Bank Group aprovou três empréstimos para o país, totalizando 845 milhões de dólares. Os empréstimos serão usados em projetos de infraestrutura, programas sociais e medidas para mitigar as mudanças climáticas.

* Como parte da estratégia trienal para transformar a Argentina em um hub regional, a JPMorgan Chase & Co., com sede em Nova York, contratou cerca de 450 funcionários no país neste ano no final de junho, informou a Bloomberg News.

* A autoridade fiscal argentina AFIP está em contato com o governo suíço para facilitar a troca de informações relacionadas a contas bancárias de cidadãos argentinos na Suíça, informou o La Nacion, citando fontes a par das conversas. 

* O Banco Central de la República Argentina anunciou nova liberalização do mercado cambial do país, permitindo pagamentos e investimentos que estavam restritos anteriormente, informou o Cronista.

* O Banco Central de la República Argentina manteve a taxa de juros de 35 dias, também chamada Lebac, em 30,25%, informou o Cronista. A medida surpreendeu muitos analistas que esperavam que o banco central continuasse com o ciclo de cortes na taxa.

* O Credit Suisse Group AG baixou sua previsão para crescimento do PIB do Chile em 2017 de 3% para 2,3%, citando as difíceis condições globais, especialmente a votação no Reino Unido pela saída da União Europeia, informou o Diario Financiero. O banco manteve a previsão de crescimento do PIB em 2% para 2016.

PANORAMA DA AMÉRICA LATINA

* Os prejuízos globais decorrentes de catástrofes naturais chegaram a 70 bilhões de dólares no primeiro semestre 2016, em comparação com a marca de 59 bilhões no ano anterior, de acordo com a Munich Re. As perdas seguradas totalizaram 27 bilhões de dólares, em comparação com os 19 bilhões registrados há um ano. O terremoto na costa do Equador causou 2,5 bilhões de dólares em prejuízos e 400 milhões de dólares em perdas seguradas.

Paula Mejía contribuiu para esse artigo.

The Daily Dose tem um prazo editorial de 8:00 am horário de São Paulo, e verifica as fontes de notícias publicadas em inglês, português e espanhol. Alguns links externos podem exigir uma assinatura.