trending Market Intelligence /marketintelligence/en/news-insights/trending/R2GRzCJ7y1BWDZql4b2h9Q2 content
Log in to other products

Login to Market Intelligence Platform

 /


Looking for more?

Contact Us
In This List

Bradesco faz provisão de 836 milhões de reais para empréstimos à Sete Brasil

Banking Essentials Newsletter - November Edition

Online Brokerage Space Should Remain Rich Source Of M&A

University Essentials | COVID-19 Economic Outlook in Banking: Rates and Long-Term Expectations: Q&A with the Experts

Estimating Credit Losses Under COVID-19 and the Post-Crisis Recovery


Bradesco faz provisão de 836 milhões de reais para empréstimos à Sete Brasil

* O Banco Bradesco SA reservou 836 milhões de reais em provisões para cobrir empréstimos irrecuperáveis concedidos à construtora de sondas petrolíferas Sete Brasil Participações SA, informou a Bloomberg News, citando "uma pessoa a par do assunto". Embora o banco tenha divulgado a quantia em seus resultados para o primeiro trimestre, o cliente não foi especificado. Fontes disseram recentemente à Bloomberg que a Sete Brasil poderia pedir falência em breve. Executivos do Bradesco disseram durante uma teleconferência que as provisões para créditos irrecuperáveis estarão dentro da meta em 2016, mesmo se o índice de inadimplência continuar crescendo, informou a Reuters.

MÉXICO E AMÉRICA CENTRAL

* O Banco Latinoamericano de Comercio Exterior S.A. disse que emitiu 1,5 bilhão de pesos mexicanos em CBs (certificados bursátiles) nas bolsas de valores do México. Os papéis têm duração de três anos com um cupom de taxa flutuante fixado em 60 pontos base acima da TIIE de 28 dias. 

* Uma economia diversificada e um alto grau de integração com os EUA são alguns dos principais fatores por trás do rating A3 do México, explicou a Moody's em uma análise do país. No entanto, podem ocorrer pressões sobre o rating decorrentes da consolidação fiscal protelada e da possível cristalização de passivos contingentes por meio da ajuda adicional à estatal Petroleos Mexicanos.

* A Guatemala vendeu papéis com prazo de 10 anos no valor de 700 milhões de dólares na primeira grande emissão global de títulos de dívida em três anos, informou a Bloomberg News. A demanda pelos papéis alcançou 3 bilhões de dólares, disse o Ministro das Finanças do país, Julio Hector Estrada.

* Enrique Bojórquez, presidente da associação mexicana de entidades financeiras especializadas AMFE, disse que exigências de altas reservas para bancos locais fazem com que eles cobrem taxas de juros excessivamente altas sobre empréstimos a instituições não bancárias intermediárias, informou o El Financiero.

* O Grupo Financiero BBVA Bancomer SA de CV divulgou renda líquida de 10,97 bilhões de pesos mexicanos no primeiro trimestre, um aumento de 17,4% em comparação ao mesmo período no ano passado, informou o El Financiero. Segundo reportagem no El Economista, o diretor geral do grupo, Eduardo Osuna, disse que o banco acredita que a estatal Petróleos Mexicanos saldará sua dívida, e não está preocupado com a exposição à empresa petrolífera.

BRASIL

* A Sul América S.A. divulgou lucro líquido após participação não controladora de 105,9 milhões de reais no primeiro trimestre, um aumento de 103,5 milhões de reais em comparação ao mesmo período do ano anterior. A empresa observou que o novo imposto brasileiro de contribuição social de 20% causou um impacto de 10 milhões de reais nos resultados. 

* O governo federal do Brasil divulgou um déficit primário no orçamento de 7,9 bilhões de reais em março, seu desempenho mais baixo para este mês, informou a Bloomberg News.

* O Banco Central do Brasil pode reduzir a taxa de juros Selic de 14,25% para 12,25% se o vice-presidente brasileiro Michel Temer assumir o poder no lugar da presidente Dilma Rousseff, que enfrenta um processo de impeachment, informou a Bloomberg News, citando três importantes gestores de fundos independentes no Brasil.

* O Ministério Público Federal do Brasil apresentou acusações de corrupção, conspiração e lavagem de dinheiro contra João Santana e Mônica Moura, consultores que comandaram as campanhas eleitorais da presidente Dilma Rousseff em 2010 e 2014, informou o The Wall Street Journal.

* Roberto Caldas, presidente da Corte Interamericana de Direitos Humanos, disse que a proposta de impeachment contra a presidente brasileira Dilma Rousseff violou o devido processo legal, uma vez que os congressistas expressaram publicamente como votariam em questões relevantes do processo antes mesmo da votação em si, segundo o Financial Times. "A antecipação de um voto em um julgamento anula o julgamento", disse Caldas. "Isso é muito grave".

* Nos 12 meses que antecederam março, a carteira de empréstimos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social encolheu 0,7% para cerca de 608,11 bilhões de reais, informou o Valor Econômico. A carteira diminuiu 3% na comparação com fevereiro.

REGIÃO ANDINA

* A Fitch colocou sob Observação Negativa os ratings internacionais do Banco de Bogotá SA e Grupo Aval Acciones y Valores S.A., bem como os ratings de probabilidade de inadimplência do emissor das entidades vinculadas às empresas. Segundo a agência de ratings, a ação veio na sequência da divulgação dos resultados financeiros do Banco de Bogotá, mostrando métricas de capital abaixo das esperadas.

* A Fitch Ratings colocou sob Observação Negativa alguns ratings de escala internacional do Bancolombia SA e de algumas de suas subsidiárias. A ação vem na sequência da divulgação dos últimos resultados financeiros do Bancolombia, cujas métricas de capital tiveram desempenho abaixo do esperado. 

* Partidos de oposição na Venezuela disseram ter coletado em um único dia 1,1 milhão de assinaturas para sua petição para destituir o presidente Nicolás Maduro, informou o The Wall Street Journal.

* O Banco De Desarrollo De América Latina deve anunciar nos próximos dias a criação de diversos fundos de investimento, totalizando entre 400 milhões e 500 milhões de dólares, informou o La Nacion. Os fundos serão voltados para investimentos no setor privado argentino.

CONE SUL

* O Banco Santander Chile divulgou lucro líquido atribuível aos acionistas de cerca de 125,44 bilhões de pesos chilenos no primeiro trimestre, um aumento de 31,4% comparando com o ano anterior. Os acionistas do banco aprovaram um dividendo de cerca de 1,79 pesos por ação com relação à renda líquida atribuível da empresa em 2015. 

* Nos próximos meses a Argentina pretende retirar os controles de moedas ainda remanescentes, informou a Bloomberg News, citando Federico Sturzenegger, presidente do Banco Central de la República Argentina. "Estamos empenhados em baixar a inflação de forma significativa no segundo semestre do ano", disse Sturzenegger em uma entrevista coletiva com a imprensa.

* A Moody's elevou vários dos ratings atribuídos ao Itaú CorpBanca, inclusive os ratings de depósito em moedas local e estrangeira em longo prazo do banco, de Baa3 para A3. A Moody's também removeu todos os ratings e avaliações atribuídas ao Banco Itaú Chile, que foi absorvido no CorpBanca, resultando em uma entidade agora chamada de Itaú CorpBanca.

* Francisco Silva, presidente do Grupo Security SA, disse que as reformas tributária, educacional e trabalhista adotadas pelo governo chileno até então não atingiram o propósito desejado, informou o Pulso. A empresa visa consolidar sua presença no Peru em 2016, disse o CEO Renato Peñafiel.

* O Banco Centroamericano de Integración Económica aprovou um empréstimo de 50 milhões de dólares para a Argentina, informou o La Nacion. O país usará os fundos para promover pesquisas em áreas estratégicas.

* O Banco de Chile divulgou lucro líquido no primeiro trimestre de cerca de 132,53 bilhões de pesos chilenos, um aumento de 13,5% em relação aos 116,72 bilhões de pesos no mesmo período do ano anterior.

PANORAMA DA AMÉRICA LATINA

* O banco espanhol Banco Bilbao Vizcaya Argentaria SA divulgou lucro líquido atribuível no primeiro trimestre proveniente de suas operações na América do Sul no valor de 182 milhões de euros, um aumento de 8,7% em relação ao ano anterior a taxas cambiais constantes. A renda líquida de juros da região totalizou 717 milhões de euros, um aumento de 17,0% em comparação com o ano anterior a taxas cambiais constantes. 

* A Colômbia e o Panamá firmarão um acordo em junho para compartilhar informações financeiras a fim de combater evasão fiscal, informou a Reuters. As negociações para o acordo tiveram início em outubro de 2014.

Paula Mejía contribuiu para esse artigo.

The Daily Dose tem um prazo editorial de 8:00 am horário de São Paulo, e verifica as fontes de notícias publicadas em inglês, português e espanhol. Alguns links externos podem exigir uma assinatura.