trending Market Intelligence /marketintelligence/en/news-insights/trending/ifggetgnpwmz5hqpjrez5a2 content
BY CONTINUING TO USE THIS SITE, YOU ARE AGREEING TO OUR USE OF COOKIES. REVIEW OUR
PRIVACY & COOKIE NOTICE
Log in to other products

Login to Market Intelligence Platform

 /


Looking for more?

Contact Us

Request a Demo

You're one step closer to unlocking our suite of comprehensive and robust tools.

Fill out the form so we can connect you to the right person.

  • First Name*
  • Last Name*
  • Business Email *
  • Phone *
  • Company Name *
  • City *

* Required

In this list

Bradesco pretende criar divisão de reestruturação de dívidas empresariais

State Of Indonesian Online Video: Subscription

Virtual Multichannel Revenues Projected To Soar In Next Five Years

Street Talk Episode 45 - Fed Moving From Rate Hikes To Lower For Longer

Consumer Engagement Remains Challenging For OTT Players In Asia


Bradesco pretende criar divisão de reestruturação de dívidas empresariais

* O Banco Bradesco SA pretende seguir os passos de outros grandes bancos brasileiros e criar uma divisão responsável por auxiliar as iniciativas de reestruturação de dívidas das empresas, a fim de reduzir a probabilidade de que estas entrem em falência, informou a Bloomberg News, citando um funcionário anônimo do Bradesco.

MÉXICO E AMÉRICA CENTRAL

* A Fitch Ratings retirou as notas do Balboa Bank & Trust Corp. devido à falta de informações depois que o SBP, órgão regulador bancário do Panamá, suspendeu as operações do banco, em maio, por supostas ligações com uma rede de lavagem de dinheiro. Antes da retirada, as notas de curto e longo prazos do banco eram D(pan).

* O Banco Sabadell SA Institucion De Banca Multiple concedeu 23,50 bilhões de pesos mexicanos de empréstimos no México desde que começou a operar no país em janeiro, informou o El Economista.

* No México, as iniciativas para aumentar a presença de correspondentes bancários nas zonas rurais do país, em grande parte, fracassaram, informou o El Economista, citando um documento de política de inclusão financeira emitido pelo governo federal.

BRASIL

* Com sede em Nova York, o Goldman Sachs Group Inc. chegou a um acordo segundo o qual visa investir 600 milhões de reais na Metrofit, empresa de armazenamento brasileira (setor também conhecido como "guarda-móveis"), nos próximos seis anos, informou a Reuters, citando Luiz Augusto do Amaral, CEO da empresa imobiliária brasileira TRX. A Metrofit é uma joint venture entre a TRX e a Self Storage Metro, com sede nos EUA.

* A Polícia Federal do Brasil prendeu a 12ª pessoa suspeita de envolvimento em um suposto plano para realizar ataques terroristas durante os Jogos Olímpicos, programados para começar no Rio de Janeiro em agosto, informou o The Wall Street Journal. O indivíduo é o último que estava sendo perseguido pelas autoridades locais por supostamente planejar ataques durante os jogos.

* A Caixa Econômica Federal pretende disponibilizar pelo menos 10 bilhões de reais de empréstimos para a construção civil na tentativa de estimular as atividades no setor, informou o Diário Comércio Indústria & Serviços.

* O Banco do Brasil SA terá de pagar 4,7 bilhões de reais para renovar sua parceria de serviços bancários com os Correios (serviço postal brasileiro), informou o Valor Econômico. A parceria expira no final de 2016, e as duas partes supostamente discordam do valor do negócio.

* O instituto de economia da Fundação Getúlio Vargas anunciou serem prematuras as previsões de que a economia do Brasil esteja se recuperando da recessão, informou o Valor Econômico.

* O governo do Brasil utilizou 16,5 bilhões de reais de reservas para compensar um déficit em seu orçamento, informou o Valor Econômico, citando um relatório fiscal oficial.

* O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social aprovou os termos dos empréstimos que concederá às empresas de energia que participarem de leilões para a construção de linhas de transmissão no país, informou a Reuters. O banco concederá empréstimos que variarão de 50% a 70% do capital necessário para cada projeto, com prazos de até 14 anos para pagamento.

* O governo do estado do Rio de Janeiro cogita contratar o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social para ajudar no projeto de privatização da companhia de abastecimento de água, CEDAE, informou o Diário Comércio Indústria & Serviços.

* O Itaú Unibanco Holding SA lançará um novo cartão de crédito em parceria com a MasterCard Inc. no primeiro trimestre de 2017 ou, no mais tardar, no início do segundo trimestre, informou o Estadão.

REGIÃO ANDINA

* A JLT Re, unidade de resseguros do Jardine Lloyd Thompson Group Plc, com sede em Londres, adquiriu o portfólio da Olsa Re no Peru. A Olsa Re é uma corretora de resseguros peruana que também tem clientes na Colômbia, no Equador e na Costa Rica. Os termos do acordo não foram divulgados.

* A Fitch Ratings rebaixou a nota de inadimplência de emissor em moeda local de longo prazo da Colômbia de BBB+ para BBB e reavaliou a perspectiva das notas do país de estável para negativa. O déficit em conta corrente da Colômbia atingiu 6,4% do PIB em 2015, o que torna o país mais vulnerável a mudanças na atitude dos investidores e nas condições de financiamento externas.

* A inadimplência dos empréstimos concedidos pelos bancos peruanos aumentou 0,18 ponto percentual no comparativo anual, chegando a 2,87% em junho, informou o El Comercio, citando a ASBANC, associação bancária local.

CONE SUL

* O Banco Central de la República Argentina agora permite que bancos argentinos ofereçam aos clientes a opção de repatriar fundos não declarados por meio de serviços bancários on-line, informou o Cronista.

* A concorrência entre os bancos argentinos está se intensificando para atrair clientes que tenham maior poder de compra, especialmente à luz do atual processo de venda do Citigroup Inc. que alienará suas operações bancárias de varejo no país, informou o La Nación.

* Mais de 50 mil chilenos foram às ruas em 24 de julho para denunciar os fundos de pensão privados do país, ou AFPs, e pedir ao governo para gerir os AFPs diretamente, informou o Pulso.

* Agustín Antón, presidente do BBVA Paraguay SA, espera que o setor financeiro do Paraguai continue a expandir-se, mesmo em meio ao crescimento econômico mais lento, à medida que novos setores da população começam a usar serviços financeiros, informou o La Nación.

PANORAMA DA AMÉRICA LATINA

* A Fitch Ratings aplicou novos critérios para fazer a reavaliação global da relação de impacto sobre a classificação entre as notas de inadimplência de emissor soberano em moeda local e em moeda estrangeira de longo prazo. Em função da reavaliação, a Fitch rebaixou 23 notas em moeda local de longo prazo, elevou oito notas em moeda estrangeira de curto prazo e rebaixou uma nota em moeda estrangeira de curto prazo.

* As transferências consistentes, em escala global, de fundos de investimento tradicionais, geridos ativamente, para produtos de investimento passivos, com taxas menores, estão acelerando, o que gera um impacto sobre os perfis de crédito dos gestores de ativos, de acordo com a Moody's. O desempenho persistentemente abaixo do esperado da gestão ativa tradicional e os novos regulamentos são fatores primordiais que impulsionam a transferência de ativos para produtos passivos de menor custo.

Matthew Craze contribuiu para esse artigo.

The Daily Dose tem um prazo editorial de 8:00 am horário de São Paulo, e verifica as fontes de notícias publicadas em inglês, português e espanhol. Alguns links externos podem exigir uma assinatura.