banner image

Scorecard SPIVA® da América Latina

Os resultados já estão disponíveis

RESUMO

O scorecard SPIVA da América Latina compara o desempenho de fundos mútuos de gestão ativa no Brasil, Chile e México com os seus benchmarks em horizontes temporais de um, três, cinco e dez anos.

A performance dos gestores ativos contra os seus índices de referência ou benchmarks teve discrepâncias entre os países. Este relatório demonstra que os gestores ativos no Brasil, especialmente no segmento Large cap, estiveram bem preparados para a forte recuperação do mercado brasileiro de valores. Entretanto, 2019 foi difícil para os gestores no México e no Chile, apesar das diferentes condições de mercado observadas em ambos os países. O bechmark do México ganhou do mercado enquanto o benchmark chileno encerrou o ano com perdas. 

Brasil 

  • ano de 2019 foi o quarto consecutivo com retornos de dois dígitos para o mercado brasileiro de valores. O S&P Brazil BMI subiu 16,10% na segunda metade do ano e 35,09% no ano completo. As empresas Mid cap e Small cap (medidas pelo S&P Brazil MidSmallCap) lideraram os resultados com ganhos de 55,21%, enquanto as companhias Large cap (medidas pelo S&P Brazil LargeCap) tiveram um retorno de 26,35%.

Download Full Article (222K) >
Processing ...