banner image

Performance dos mercados da América Latina no primeiro trimestre de 2020

Conheça o desempenho dos índices da América Latina no primeiro trimestre de 2020

Recentemente, li um comentário que sugeria pular 2020 completamente. Esta nova década não começou bem; se somente pudéssemos pular diretamente para 2021. No meio do impacto avassalador da pandemia da COVID-19 na saúde pública e na economia, ressoa a mensagem de que “isto também vai passar”.

As ações dos EUA, que servem de orientação para a economia global, ultrapassaram os máximos históricos de volatilidade. O VIX®, conhecido também como o “medidor do medo”, não tinha atingido estes máximos desde a crise financeira global em 2008. Quanto maior for a incerteza, maiores serão os preços das opções utilizadas para calcular o VIX. A queda abrupta dos preços do petróleo após uma guerra de preços entre a Rússia e a Arábia Saudita ameaçou com um colapso do setor energético, aumentando a incerteza nos EUA e no mundo. O desemprego nos EUA continuou subindo: nas últimas duas semanas do trimestre, quase 10 milhões de americanos solicitaram o subsídio de desemprego após o encerramento de milhares de empresas. Espera-se que este número seja apenas um sinal de mais perdas de emprego e que os pedidos de subsídio de desemprego dupliquem nas próximas semanas. Muitas das empresas impactadas estão nas indústrias de viagens, entretenimento, restaurantes, varejo e imóveis.

Download Full Article (126K) >
Processing ...