2021-09-13-estudo-de-default-corporativo-e-de-transições-de-ratings-na-américa-latina-2020 Ratings /ratings/pt/pdf-articles/2021-09-13-estudo-de-default-corporativo-e-de-transicoes-de-ratings-na-america-latina-2020 content esgSubNav

Estudo de default corporativo e de transições de ratings na América Latina – 2020

13 de setembro de 2021

O número de defaults de empresas avaliadas pela S&P Global Ratings na América Latina totalizou 14 em 2020, somando US$8,2 bilhões de dívidas em aberto. A taxa de default corporativo de entidades avaliadas em grau especulativo na América Latina subiu de 1,22% em 2019 para 3,95% em 2020, em meio à pandemia da COVID-19, choques no preço do petróleo e um aumento no número de emissores avaliados em grau especulativo. A América Latina respondeu por 7% dos defaults corporativos globais em 2020 em número de emissores e 2,3% em dívida afetada. O coeficiente de Gini médio ponderado de um ano para emissores corporativos avaliados na América Latina melhorou para 76,26% em relação aos 75,94% do ano anterior.

Baixar