trending Market Intelligence /marketintelligence/en/news-insights/trending/AG6CHTA4YP-1X_504NiCyQ2 content esgSubNav
In This List

TSE encerra caso de campanha de Temer; Fitch prevê mais IPOs de bancos mexicanos

Blog

Insight Weekly: Earnings learnings; Duke Energy hits back; PE activity surges

Blog

Q&A: Data That Delivers - Automating the Credit Risk Workflow

Blog

Banking Essentials Newsletter: July Edition - Part 2

Blog

Anticipate the Unknown Go Beyond Fundamentals to Uncover Early Signs of Private Company Credit Deterioration


TSE encerra caso de campanha de Temer; Fitch prevê mais IPOs de bancos mexicanos

* O Tribunal Superior Eleitoral do Brasil encerrou um caso que poderia ter retirado o presidente Michel Temer do cargo por suposto uso de financiamento ilegal de campanha em 2014, informou a Reuters. O presidente sobreviveu por pouco, ante uma votação de 4 a seu favor e 3 contra, depois que o tribunal decidiu não aceitar como prova testemunho de acordo de delação premiada de executivos da construtora Odebrecht.

* De acordo com a Fitch Ratings, mais bancos mexicanos de médio porte podem lançar ofertas públicas iniciais no curto e no médio prazo apesar da volatilidade da economia e de uma taxa de crescimento mais lenta no país. As possíveis ofertas públicas iniciais seriam impulsionadas pelo apetite por mercados emergentes e pela meta dos bancos de fortalecer seus perfis financeiro e competitivo em meio a amplas oportunidades de crescimento no México.

MÉXICO E AMÉRICA CENTRAL

* Andres Manuel Lopez Obrador, presidente do partido de esquerda mexicano MORENA, declarou que seu partido não unirá forças com outras facções políticas no período que antecede as eleições presidenciais marcadas para 2018, informou a Reuters. A recomendação de Obrador terá de ser aprovada pelos membros do MORENA, informou a agência de notícias.

* Os ativos combinados do Grupo Financiero BBVA Bancomer S.A. de C.V. e do Grupo Financiero Santander Mexico SAB de CV representavam 39,42% dos ativos totais do setor bancário mexicano no final de 2016, destacando a importância das operações mexicanas dos dois credores estrangeiros, informou o El Economista, citando dados da comissão de bancos e valores mobiliários do México, CNBV.

* A carteira total de crédito dos seis bancos de desenvolvimento do México sofreu retração de 3,1% no primeiro trimestre em relação ao final de 2016, chegando a 849,43 bilhões de pesos mexicanos, informou o El Economista, citando a comissão de bancos e valores mobiliários do país, CNBV.

* Os maiores bancos mexicanos que fazem parte do índice IPC da bolsa de valores local contribuem com 12,13% da capitalização do índice, informou o El Economista.

BRASIL

* O banco digital brasileiro Banco Intermedium SA mudou sua marca para Banco Inter. "Queríamos reformular a nossa marca, mas mantendo nosso perfil como um banco que pode oferecer o que nossos clientes precisam e também um perfil contemporâneo e moderno", teria dito o presidente João Vítor Menin, segundo o InfoMoney.

* A taxa de inflação anual no Brasil atingiu 3,6% nos últimos doze meses até maio, o índice mais baixo em 10 anos, apresentando uma queda em relação ao aumento de 4,08% registrado em abril, informou a Reuters, citando a o instituto de estatística IBGE.

* A Supremo Tribunal Federal brasileiro pediu a investigação de uma notícia que alega que a Abin, Agência Brasileira de Inteligência, pode ter espionado o ministro Edson Fachin, juiz relator do maior caso de corrupção de todos os tempos no país, informou a Reuters. O gabinete do presidente Michel Temer, que foi envolvido no caso, negou a matéria e disse que a Abin "atua de acordo com a finalidade para a qual foi criada".

* Procuradores brasileiros descobriram uma possível atividade criminosa envolvendo bilhões de reais em empréstimos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social para a holding J&F Investimentos, implicada em um escândalo, informou O Estado de S. Paulo. Alguns dos procuradores decidiram não aceitar um acordo de leniência de 10,3 bilhões de reais com a J&F, o que sugere que o valor da multa pode aumentar.

* Um executivo da Caixa Econômica Federal disse que as retiradas de contas inativas do FGTS alcançaram 28 bilhões de reais na fase mais recente do programa, e que o banco prevê 11 bilhões de reais em saques na nova fase, que começou no fim de semana, informou o Valor Econômico.

* O Itaú Unibanco Holding SA reduziu sua previsão de crescimento do PIB do Brasil em 2017 de 1% para 0,3% e sua estimativa para 2018 de 4% para 2,7%, citando "um aumento significativo na incerteza política", informou o Valor Econômico.

* Empresas brasileiras estão tendo de procurar fontes alternativas de financiamento, já que os grandes bancos do país estão cada vez mais seletivos em seu processo de empréstimo e o acesso ao mercado de capitais continua limitado, informou o Valor Econômico. A incerteza política e a gigantesca investigação de corrupção no país contribuíram para o clima atual.

* No Brasil, a inadimplência do consumidor aumentou 1,31% em maio em relação a abril, mas caiu 0,5% se comparada com o mesmo período do ano passado, informou o Diário Comércio Indústria & Serviços, citando uma pesquisa realizada pelo serviço de proteção ao crédito SPC Brasil e a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas CNDL.

REGIÃO ANDINA

* A Corporación Financiera Nacional del Ecuador anunciou a nomeação de Héctor Javier Delgado Oviedo como o novo gerente geral do banco e de Juan Carlos Parra Fonseca como seu gerente geral adjunto.

* Uma pesquisa realizada pela Datanalisis concluiu que 85% dos venezuelanos não apoiam o plano do presidente Nicolás Maduro de reescrever a constituição, informou a Reuters. Maduro marcou uma eleição em 30 de julho para selecionar os legisladores que terão o poder de reformular a constituição.

CONE SUL

* O sindicato dos trabalhadores do Banco del Estado de Chile rejeitou uma proposta do banco convocando 1.662 funcionários para comparecerem ao trabalho em caso de greve para que o banco possa continuar oferecendo um nível mínimo de atendimento, informou o La Tercera. O Ministério do Trabalho do Chile pode intervir no assunto no final de junho.

* Em uma pesquisa do Diario Financiero com 35 economistas, 94% dos entrevistados disseram não prever que o PIB do Chile ultrapasse 3% em 2018.

Matthew Craze contribuiu para esse artigo.

The Daily Dose tem um prazo editorial de 8 am horário de São Paulo, e verifica as fontes de notícias publicadas em inglês, português e espanhol. Alguns links externos podem exigir uma assinatura.